coronavírus
X
Mais pesquisados

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONFIRMA O PRIMEIRO CASO DE CORONAVÍRUS NO MUNICÍPIO

access_time23/03/2020 17:37

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, registra o primeiro caso confirmado de Covid-19 no município. Trata-se de uma mulher, de 23 anos, profissional de saúde e que trabalha em hospital privado do município do Rio de Janeiro. A paciente, sem histórico de viagem, foi atendida em hospital da rede privada, no município de Duque de Caxias, com quadro de síndrome gripal.

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS DIVULGA LISTAGEM DAS NOVAS FAMÍLIAS CONTEMPLADAS PELO BOLSA FAMÍLIA.

access_time01/04/2020 17:48

Onze mil novos cadastros realizados até o dia 20/03, que estavam sendo avaliados pelo sistema foram liberados para concessão do beneficio. A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, publicou, hoje (01/04) a listagem contendo o nome do responsável familiar, NIS e bairro das famílias contempladas. Mesmo que não tenha recebido o cartão, basta levar Identidade e CPF ou o NIS em qualquer agência da CEF direto no caixa pra fazer o saque na data do seu pagamento. Aqui segue a listagem:

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONVOCA APROVADOS NO CONCURSO DE 2015 DA EDUCAÇÃO

access_time14/05/2019 11:46

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Educação, está convocando os candidatos aprovados no Concurso Público – Edital SME nº 001/2015 para suprir a necessidade de professores da rede municipal de ensino. Estão sendo chamados Professores Especialistas (Orientadores pedagógicos e educacionais), Estimuladores Materno Infantis, Professores I (Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Inglês, Artes e Educação Física) e Professores II, que são aqueles que atuam em turmas da Educação Infantil ao primeiro segmento do Ensino Fundamental.

SECRETARIA APRIMORA ATENDIMENTO PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

SECRETARIA APRIMORA ATENDIMENTO PARA ALUNOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

person access_time12/03/2020 17:02

Nesta quinta-feira, 12/03, a Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Educação, realizou um curso de formação continuada para professores que atendem crianças com síndrome associada à infecção pelo Zika vírus. A SME, junto a pesquisadores do Observatório de Educação Especial e Inclusão Educacional da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), promovem quinzenalmente, das 8h às 12h, no auditório da Secretaria, encontros com professores, orientadores educacionais e pedagógicos, diretores e agentes de apoio à inclusão das escolas que receberam alunos com a síndrome congênita.

A Coordenadoria de Educação Especial da SME iniciou um trabalho pioneiro no Estado do Rio de Janeiro voltado especificamente ao atendimento às crianças com síndrome congênita do Zika vírus. Em função de uma ação efetiva, foram matriculados na rede, em 2020, 17 alunos com a referida síndrome, de um a cinco anos de idade, distribuídos em 15 unidades escolares.

De acordo com a coordenadora da Educação Especial da SME, Renata Vogas, a ideia de desenvolver o trabalho com este público surgiu em 2017, quando a Secretaria tomou conhecimento de que em Duque de Caxias havia uma média de 35 casos notificados e mais 100 em investigação, segundo dados apresentados na época pelo Ministério da Saúde.

Segundo a secretária municipal de Educação, profª Cláudia Viana, a formação é a continuidade de um trabalho de excelência desenvolvido pela Educação Especial. “Contar com a parceria de renomadas instituições empenhadas em contribuir com a nossa prática desenvolvida em sala de aula é fundamental no processo”, avaliou.

Bastante satisfeita com o conteúdo ministrado na formação, Simaria Gomes da Rocha, professora da sala de recursos da Creche Pré-escola Municipal Iraci Moreira Theodoro e Orientadora Pedagógica do CCAIC Jardim Anhangá, relatou que o curso é enriquecedor. “Além do suporte que nós precisamos para trabalhar com qualquer tipo de deficiência a gente precisava também de um suporte mais específico pra essa situação nova que é lidar com uma criança que possui a síndrome congênita do Zika vírus. Essa formação é valiosa”.

folder_openTags