coronavírus
X
Mais pesquisados

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONFIRMA O PRIMEIRO CASO DE CORONAVÍRUS NO MUNICÍPIO

access_time23/03/2020 17:37

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, registra o primeiro caso confirmado de Covid-19 no município. Trata-se de uma mulher, de 23 anos, profissional de saúde e que trabalha em hospital privado do município do Rio de Janeiro. A paciente, sem histórico de viagem, foi atendida em hospital da rede privada, no município de Duque de Caxias, com quadro de síndrome gripal.

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS DIVULGA LISTAGEM DAS NOVAS FAMÍLIAS CONTEMPLADAS PELO BOLSA FAMÍLIA.

access_time01/04/2020 17:48

Onze mil novos cadastros realizados até o dia 20/03, que estavam sendo avaliados pelo sistema foram liberados para concessão do beneficio. A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, publicou, hoje (01/04) a listagem contendo o nome do responsável familiar, NIS e bairro das famílias contempladas. Mesmo que não tenha recebido o cartão, basta levar Identidade e CPF ou o NIS em qualquer agência da CEF direto no caixa pra fazer o saque na data do seu pagamento. Aqui segue a listagem:

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONVOCA APROVADOS NO CONCURSO DE 2015 DA EDUCAÇÃO

access_time14/05/2019 11:46

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Educação, está convocando os candidatos aprovados no Concurso Público – Edital SME nº 001/2015 para suprir a necessidade de professores da rede municipal de ensino. Estão sendo chamados Professores Especialistas (Orientadores pedagógicos e educacionais), Estimuladores Materno Infantis, Professores I (Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Inglês, Artes e Educação Física) e Professores II, que são aqueles que atuam em turmas da Educação Infantil ao primeiro segmento do Ensino Fundamental.

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS ANUNCIA PRIORIDADE DE VAGAS PARA MULHERES VITIMAS DE VIOLÊNCIA EM CURSOS DA FUNDEC

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS ANUNCIA PRIORIDADE DE VAGAS PARA MULHERES VITIMAS DE VIOLÊNCIA EM CURSOS DA FUNDEC

person access_time23/05/2022 21:19

A medida foi divulgada durante o Fórum contra o Feminicídio, que aconteceu nesta segunda-feira (23), na Câmara Municipal

A primeira edição de 2022 do Fórum Permanente Contra o Feminicídio de Duque de Caxias ocorreu na manhã desta segunda-feira (23/05) no plenário da Câmara Municipal da cidade. Após o início da pandemia da Covid-19, esta foi a primeira edição presencial do Fórum, que é uma iniciativa do Poder Executivo e Legislativo municipal em parceria com a Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM/DC), cuja titular é a Drª Fernanda Fernandes. O evento foi transmitido ao vivo pelas redes sociais da Prefeitura.

Abrindo as atividades, o prefeito Wilson Reis elogiou as ações do Fórum e a todos que dele participam. “Qualquer iniciativa de combate a violência contra a mulher é importante e merece nossos aplausos. Em mulher não se bate nem com uma flor”, afirmou o prefeito, que destacou o aumento do registro de casos de agressões contra mulheres com a pandemia. “Com os homens ficando mais tempo em casa, muitas mulheres passaram a ser mais agredidas física e emocionalmente”, ressaltou.

Para este problema, Alcineia Oliveira, diretora de educação da FUNDEC, apresentou uma possível solução. “A FUNDEC é a principal instituição que temos para devolver dignidade a estas mulheres, que se sentem desamparadas por não ter como se manter sozinhas. A Fundação tem 101 cursos profissionalizantes gratuitos e, agora, vamos priorizar as vagas que teremos disponíveis para mulheres vítimas de violência, que nos forem indicadas pela DEAM ou pelos outros órgãos parceiros do Fórum que a elas oferecem acolhida. Assim, elas terão soluções para geração de emprego e renda”, anunciou Alcineia.

A Drª Fernanda Fernandes elogiou a novidade apresentada pela FUNDEC. “Eu havia proposto isto na última edição do evento. Isto prova o quanto um Fórum como esse é importante para a busca de soluções no combate ao feminicídio e a violência contra a mulher”. A Delegada lembrou da forma como o fórum foi criado e de sua importância. “Quando eu me tornei titular da DEAM de Caxias, em 2019, me surpreendi com o alto índice de feminicídio e violência contra a mulher na cidade. Tínhamos 1.100 registros de casos em janeiro daquele ano. Me reuni com representantes do executivo municipal para buscar formas de reduzir o feminicídio na cidade e, desde então, a Prefeitura não parou de fazer campanhas com este tema”.

Ela concluiu apresentando dados alarmantes: “O Fórum Brasileiro de Segurança Pública apresentou dados que demonstram que, em 2021, uma mulher ou menina sofre algum tipo de abuso a cada 10 minutos e uma delas é vítima de feminicídio a cada sete horas. Temos de continuar com o tema em pauta sempre. Para isso, também é ótima a inciativa de prosseguir com a transmissão ao vivo pela internet dos eventos do fórum, que começou a ser feito com a pandemia. Assim levamos o fórum a todo o município e todos podem acompanhar”, destacou a Dª Fernanda.

A secretária municipal de educação, Roseli Duarte, falou sobre a importância de quebrar esse círculo vicioso de violência nas próximas gerações. “A educação é precursora de vários debates e o tema da violência contra a mulher é uma pauta presente em nossas escolas. Nossos alunos são multiplicadores dessa lição e várias vezes eles falam para os profissionais de casos que presenciam”, explicou Roseli.

A subsecretária municipal de Saúde, Dra. Célia Serrano, informou sobre as ações da Divisão de Vigilância e Saúde. “Os casos de mulheres que constatamos ou nos informam que sofreram violência doméstica física ou psicológica são notificados. E temos ainda um grupo de trabalho multidisciplinar para acompanhar estas mulheres”, explicou Célia.

Também presente no evento, o secretário municipal de assistência social, Janyr Menezes, sublinhou as ações de acolhimento da secretaria para mulheres vítimas de violência. “Temos um grupo de profissionais dedicados para cuidar dessa situação e acolher as vítimas. São os funcionários dos nossos Centros Especializados de Atendimento à Mulher (CEAMs) e nosso Centro de Referência do Homem que trabalham na reeducação dos agressores”, informou Janyr.

O próximo evento do fórum deverá acontecer em agosto, no Teatro Raul Cortez. 

Fotos: Gabriel Mendes

 

folder_openTags