coronavírus
X
Mais pesquisados

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONFIRMA O PRIMEIRO CASO DE CORONAVÍRUS NO MUNICÍPIO

access_time23/03/2020 17:37

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, registra o primeiro caso confirmado de Covid-19 no município. Trata-se de uma mulher, de 23 anos, profissional de saúde e que trabalha em hospital privado do município do Rio de Janeiro. A paciente, sem histórico de viagem, foi atendida em hospital da rede privada, no município de Duque de Caxias, com quadro de síndrome gripal.

SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS HUMANOS DIVULGA LISTAGEM DAS NOVAS FAMÍLIAS CONTEMPLADAS PELO BOLSA FAMÍLIA.

access_time01/04/2020 17:48

Onze mil novos cadastros realizados até o dia 20/03, que estavam sendo avaliados pelo sistema foram liberados para concessão do beneficio. A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, publicou, hoje (01/04) a listagem contendo o nome do responsável familiar, NIS e bairro das famílias contempladas. Mesmo que não tenha recebido o cartão, basta levar Identidade e CPF ou o NIS em qualquer agência da CEF direto no caixa pra fazer o saque na data do seu pagamento. Aqui segue a listagem:

PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS CONVOCA APROVADOS NO CONCURSO DE 2015 DA EDUCAÇÃO

access_time14/05/2019 11:46

A Prefeitura de Duque de Caxias, através da Secretaria Municipal de Educação, está convocando os candidatos aprovados no Concurso Público – Edital SME nº 001/2015 para suprir a necessidade de professores da rede municipal de ensino. Estão sendo chamados Professores Especialistas (Orientadores pedagógicos e educacionais), Estimuladores Materno Infantis, Professores I (Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Inglês, Artes e Educação Física) e Professores II, que são aqueles que atuam em turmas da Educação Infantil ao primeiro segmento do Ensino Fundamental.

DUQUE DE CAXIAS PROMOVE DEBATE SOBRE RELACIONAMENTOS ABUSIVOS

DUQUE DE CAXIAS PROMOVE DEBATE SOBRE RELACIONAMENTOS ABUSIVOS

person access_time05/12/2019 20:10

Nesta quarta-feira (05/12), aconteceu no Teatro Raul Cortez, como parte das atividades da Campanha 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, o Fórum Permanente contra o Feminicídio. Durante toda a manhã foi realizado um encontro com alunos da rede municipal de ensino a fim de dialogarem sobre “Relacionamentos Abusivos”. A iniciativa é de autoridades locais em parceria com a Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM/DC), que tem a Drª Fernanda Fernandes como titular.

O evento contou com a participação de alunos das escolas municipais Roberto Weguelin de Abreu, Dulce Trindade, CIEP Municipalizado 120 Monteiro Lobato, Presidente Costa e Silva, Professor Romeu Menezes dos Santos, além de estudantes do Instituto de Educação Governador Roberto Silveira e membros da Instituição do Corpo de Bombeiros Voluntários de Duque de Caxias.

Os alunos puderam assistir a uma esquete apresentada pela Cia de Teatro Armando Melo. Através dela, o público refletiu sobre as atitudes de quem está envolvido em um relacionamento abusivo e suas possíveis consequências. Logo após, emocionada, Fabíola Alves, deu seu depoimento no palco do teatro, com o objetivo de alertar aos adolescentes sobre como é viver em um relacionamento abusivo.

“Eu tive um relacionamento abusivo. Logo no segundo mês ele me deu um tapa no rosto e eu terminei o namoro. Fiquei três dias sem falar com ele, que me pediu desculpas e falou que a culpa foi minha porque eu não o respondi como deveria. No quarto mês eu fui morar com o meu agressor. Ao me casar com ele, as coisas pioraram. Foram muitos xingamentos e agressões, mas consegui me livrar. Hoje, eu estou aqui pra aconselhar vocês a não aceitarem nenhum tipo de agressão. Fiquem alertas aos primeiros sinais de que o relacionamento pode ser abusivo”, declarou Fabíola.

Em sua fala, a delegada Drª Fernanda Fernandes explicou ao público jovem como se proteger desse tipo de relação. “Nós vivemos em uma cidade machista e patriarcal. Onde a violência é naturalizada. O homem desqualifica, humilha e xinga a mulher. As pessoas acreditam que isso é normal, mas não é. Isso é crime. É preciso desconstruir esta visão machista. Violência psicológica também mata. Procurem ajuda”, concluiu.

Campanha 16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher

A campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher tem como objetivo promover o debate e denunciar a violência contra as mulheres. Iniciada em 25/11, Dia Internacional de Não Violência Contra as Mulheres, a campanha termina no dia 10/12 – Dia Internacional dos Direitos Humanos, e conta com a mobilização de mulheres de vários países. No Brasil, a campanha é realizada desde 2003, por meio de ações de mobilização, palestras, debates, eventos e encontros.

folder_openTags